Justificativa e Objetivos

20 de abril de 2009

Em breve serão disponibilizados os resultados e desdobramentos do Seminário, tanto na sua etapa nacional, quanto nas etapas estaduais. Todavia, os vídeos já estão disponibilizados.

Justificativa

A degradação ambiental, noticiada pelos meios de comunicação e percebida por parte da população, é provavelmente um dos maiores problemas da atualidade.

Vivemos uma crise ambiental de escala global, onde a exploração inadequada dos recursos naturais demandado por hábitos predatórios de consumo está comprometendo a existência da espécie humana. Trata-se de uma crise profunda e complexa, uma crise civilizatória, na qual a degradação ambiental é conseqüência da degradação de valores éticos, culturais, políticos que afligem e permeiam as sociedades.

Romper com estes processos de degradação, estabelecer novos paradigmas em busca da sustentabilidade e manutenção das formas de vida é o grande desafio de homens e mulheres do planeta Terra.

Nesse sentido, a contribuição da Educação Ambiental (EA) é valiosa e fundamental, considerando seu caráter potencialmente crítico e transformador.

O “Tratado de Educação Ambiental para Sociedades Sustentáveis e Responsabilidade Global”, elaborado durante a Rio’92, afirma que a EA é um processo de aprendizagem permanente, baseado no respeito a todas as formas de vida. Tal educação afirma valores e ações que contribuem para a transformação humana e social e a formação de sociedades socialmente justas e ecologicamente equilibradas, que conservam entre si relação de interdependência e diversidade. Isto requer responsabilidade individual e coletiva em nível local, nacional e planetário.

No Brasil, a EA como política pública inicia sua trajetória com a criação da Secretária Especial do Meio Ambiente – SEMA em 1973. Posteriormente, na década de 1990 são criadas áreas especificas de EA no MEC, IBAMA e MMA. Quanto aos aspectos legais – aspecto da política pública de EA onde mais se avançou – a educação ambiental é tratada como princípio da Política Nacional de Meio Ambiente, estabelecida pela Lei n 6.938 de 1981.

Em 1988 a Constituição Federal da à sociedade brasileira o direito fundamental à educação ambiental nos termos dos artigos 205 e 225. No inciso VI do artigo 225 a Carta Magna direciona ao Poder Público a tarefa de criar condições para a coletividade cumprir o seu dever de defender e proteger o meio ambiente ecologicamente equilibrado para as presentes e futuras gerações, por meio da educação ambiental.

Em 1993 é proposto pelo Congresso Nacional o Projeto de Lei 3.792, com o objetivo de estabelecer uma Política Nacional de Educação Ambiental. O PL tramitou em várias comissões na Câmara dos Deputados e no Senado Federal, quando em abril de 1999 foi aprovado pelo Plenário do Senado e encaminhado ao Presidente da República para sanção. Em 27 de abril o texto da Lei 9.795 é publicado no Diário Oficial da União.

A aprovação da Lei 9.795 representou o estabelecimento da Política Nacional de Educação Ambiental – PNEA, além de tratar de temas como o conceito de educação ambiental; as incumbências tanto para o poder público, instituições educativas, meios de comunicação, empresas, à sociedade como um todo; os princípios e objetivos da educação ambiental; as instituições envolvidas, as linhas de atuação e os aspectos relativos a execução da PNEA; contudo, sem apresentar as fontes específicas de recursos para a implementação da PNEA pois o artigo que tratava desta questão foi vetado pelo Poder Executivo.

Estamos prestes a completar 10 anos da aprovação da PNEA, sendo que mais de 15 anos se passaram desde a apresentação do Projeto de Lei que a originou e quase seis anos são decorridos do ato de sua efetiva implantação, com a criação do Órgão Gestor da PNEA1, previsto na sua regulamentação (Decreto 4.281/02).

Neste sentido é necessário comemorar esta conquista de educadores e educadoras ambientais e refletir sobre a efetividade da Lei e da educação ambiental como um direito fundamental da sociedade brasileira nestes 10 anos.

Algumas questões são motivadoras para a realização desta reflexão, como: até que ponto o Brasil avançou na implementação da PNEA? Quais são os potenciais desta Política? Onde estão e quais são os seus maiores obstáculos? São necessários ajustes no texto da Lei? Quais? Uma Política Nacional é viável sem fontes de recursos específicos? Como está a institucionalização da EA nos distintos entes federados? A educação ambiental como política pública é uma realidade no Brasil? Quais são os caminhos para potencializar as ações de EA no Brasil e contribuir para o estabelecimento de sociedades sustentáveis?

Perguntas relacionadas a sua efetiva implantação nos últimos seis anos e as propostas de criação de um Sistema Nacional de Educação Ambiental, bem como outras relacionadas a alteração do seu decreto de regulamentação e a composição e competência do Comitê Assessor do seu Órgão Gestor, devem ser debatidas e amadurecidas no sentido de viabilizar a efetiva implementação da PNEA em todo o território nacional.

Para comemorar os 10 anos da aprovação da PNEA e buscar respostas que possibilitem o seu aprimoramento o Parlamento Brasileiro está promovendo em conjunto com diversas instituições da sociedade brasileira a realização do Seminário “10 anos da Política Nacional de Educação Ambiental: avanços e necessidades em busca da edificação de sociedades sustentáveis”, a realizar-se em abril de 2009 em Brasília e nas demais capitais brasileiras integradas pelo sistema Interlegis e transmitido pela Internet.

Objetivos

– Celebrar os 10 anos da Política Nacional de Educação Ambiental – Lei 9.795/99

– Contribuir para reflexão sobre os avanços e necessidades dessa Política.

– Estimular a aproximação de distintos atores que possam propiciar o aprimoramento do arcabouço legal da educação ambiental.

Texto, Grupo Candango de Pesquisa em Educação Ambiental e Políticas Públicas

Anúncios

Criação do Blog

20 de março de 2009

SEMINÁRIO 10 ANOS DA POLÍTICA NACIONAL DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Neste blog você encontrará todas as informações relativas ao Seminário, inclusive como organizar a etapa estadual aí no seu estado/região/município!

Boa visita!

Equipe Seminário 10 anos da PNEA (10anospnea@gmail.com)